PODER

Fórum de Governadores pede a Bolsonaro a elevação do auxílio emergencial para R$ 600

"Seria uma compensação esse período de janeiro, fevereiro e março que, lamentavelmente, teve a suspensão do pagamento", explicou Wellington Dias

Governador do Piauí, Wellington Dias (PT)

Governador do Piauí, Wellington Dias (PT) Foto: CCom

O governador do Piauí, Wellington Dias,  presidente do Fórum Nacional dos Governadores e do Consórcio de Desenvolvimento do Nordeste, encaminhou pedido aos ministros da Economia, Paulo Guedes,  e da Saúde, Marcelo Queiroga, para que o governo Bolsonaro eleve para R$ 600,00 o valor do auxílio emergencial, bem como a descentralização do pagamento, hoje feito apenas pela Caixa Econômica Federal, que provoca aglomerações e o crescimento das mortes e dos novos casos de infecções pelo novo coronavírus.


“Nós, governadores do Brasil, encaminhamos  um documento pedindo que ele valor seja elevado para R$ 600 reais porque precisamos ter para os mais pobres a compensação esse período de janeiro, fevereiro e março que, lamentavelmente,  teve a suspensão do pagamento... O que estamos pedindo que  esse pagamento seja feito na rede bancaria  pública. Foi concentrado tudo na Caixa Econômica Federal. Nós temos além da Caixa, temos outros bancos públicos, uma rede bancária pública. Pagando em mais agências nós vamos evitar as aglomerações", argumentou.

"Junto com a crise de saúde e a pandemia, nós temos outros desafios, um deles o social. Aqui eu faço um agradecimento a milhões de brasileiros, às empresas, às pessoas jurídicas que estão trabalhando campanhas de solidariedade para não faltar alimentos para as pessoas", agradeceu.

Fonte: CCom

Dê sua opinião: