PODER

Dr. Pessoa avisa: secretário que sair para disputar eleição não volta ao cargo

Prefeito mandou um recado para a Câmara: “Se tiverem arquitetando para trabalhar com o prefeito sob pressão, não é minha praia"

Prefeito de Teresina, José Pessoa Leal, o

Prefeito de Teresina, José Pessoa Leal, o "Dr. Pessoa", e o vice-prefeito Robert Rios Foto: PMT

O secretário ou diretor que deixar o primeiro escalão na Prefeitura de Teresina para disputar mandato eletivo em 2022 não vai retornar ao cargo após a eleição. O aviso foi dado pelo prefeito de Teresina, José Pessoa Leal (MDB), durante reunião de prestação de contas com todos os auxiliares no Palácio da Cidade, na manhã desta quarta-feira (16).

“Na vida, tem o direito de pensar, retroagir, discutir e mudar a ideia. Mas, eu não mudei, não. Quem vier candidato não continuará na administração como coordenador de área A, B ou C. Poderá até ir para um outro momento, mas aquele coordenador não voltará para sua pasta”, advertiu.

PRESSÃO - O prefeito também comentou a formação de blocos partidários na Câmara Municipal para indicação de cargos na Prefeitura de Teresina com a saída de gestores para disputa de cargo eletivo em 2022. E também mandou um recado para os mais afoitos. “Se tiverem arquitetando para trabalhar com o prefeito sob pressão, não é minha praia. Eu só aceitei pressão no período da ditadura que fui despejado da Casa do Estudante do Brasil por pressão da antidemocracia, agora é democracia, é conversação”.

Fonte: Paulo Pincel

Dê sua opinião: