PODER

Ministros chegam, fazem fotos e vão embora sem anunciar um centavo de ajuda ao Piauí

Ministros foram enviados por Bolsonaro para ver a situação das vítimas das enchentes no Piauí

Minsitros e prefeito fazem pose ao lado de morador de Teresina

Minsitros e prefeito fazem pose ao lado de morador de Teresina Foto: PMT

As águas de janeiro não trouxeram apenas desabrigo, fome, desconforto e desespero para dezenas de famílias que foram obrigadas, da noite para o dia, a abandonar as suas residências alagadas, resultado das enchentes que ocorrem em várias cidades do Piauí, fruto do descaso, da falta de saneamento e da ocupação desordenada e irresponsável do "caminho" das águas. Desembarcaram, hoje (5), em Teresina, dois representantes do governo Bolsonaro, o presidente que virou as costas para o Brasil e foi que passar as férias em Santa Catarina - o país e o mundo viram "Sua Excelência" passeando de jet-sky com a filha, fazendo outras aparições públicas [midiáticas] no final do ano, enquanto a Bahia afundava nas águas e na lama das enchentes.

O ministro-chefe da Casa Civil, senador licenciado Ciro Nogueira (Progressistas), e o ministro da Cidadania, João Roma, vieram a Teresina nesta quarta-feira para ver a situação de alagamento na capital e no interior. A visita se resumiu a um sobrevoo de helicóptero de áreas alagadas na capital e uma chegadinha rápida à estação elevatória Boa Esperança, no bairro São Joaquim, onde foram tiradas muitas fotos. Sem ninguém molhar os pés!

Os ministros foram até a Escola Municipal Domingos Afonso, que virou alojamento para famílias desabrigadas, conversaram com alguns moradores ali alojados. E encerraram a visita ao Piauí com uma passagem pela galeria da Avenida Homero Castelo Branco, na zona Leste da cidade. Fim de papo. Rumbora! Missão cumprida!

Só foto

Avisado na véspera pela assessoria de Ciro, o prefeito José Pessoa Leal (MDB), de pronto, foi ao Aeroporto Petrônio Portela recepcionar a autoridades - que incluiam os deputado federais Átila Lira e Iracema Portela. E foi logo negando o que a maioria tinha absoluta certeza:  “os dois ministros não vão vir aqui para fotografar, para passear, vão vir para mudar o Piauí, hoje, em específico, Teresina”, repetia Pessoa.  Será mesmo, prefeito? E vão mudar o Piauí pra onde? Pra Brasília? Lá é seco, é verdade!

Em campanha

Na entrevistas aos  jornalistas que se acotovelavam no aeroporto para cobrir a visita ministerial, João Roma, que é candidato a governador da Bahia, discursou. “A sociedade vai precisar da ajuda de todos, do esforço de cada um de nós. Esse não é momento de disputa política, partidária ou ideológica".  Nem de fazer campanha, ministro!

Roma emendou: "é momento de estarmos todos trabalhando para aumentarmos a eficácia de nossas ações em defesa da população que está sofrendo nesse momento”, disse o ministro, sem convicção. 

Olheiro 

Na chegada, o ministro Ciro Nogueira avisou que vai conversar com Bolsonaro nesta quinta-feira (5) para dizer o que viu em Teresina - já que o presidente está de cama em São Paulo, desde o primeiro dia de trabalho depois das festas e das estreipolias das férias. "Tanto eu como o ministro Roma estamos em contato com o presidente, muito preocupado todo esse período, dando determinações, orientação e condições necessárias para darmos essa assistência para as pessoas que tanto estão precisamos. [...] É difícil você sair mensurando, sair anunciando valores seria uma irresponsabilidade da minha parte, é a Prefeitura quem tem que dizer e tudo que for necessário para atender as necessidades dos desabrigados do Brasil vamos fazer”, prometeu o ministro, sem dizer o trouxe, de concreto, para ajudar os desabrigados do Piauí.

"Sem mimimi"

Depois de posarem para fotos e gravarem vídeos e entrevistas, os ministro foram embora, enquanto o prefeito da capital festejava, sem saber o que mesmo. “O orgulho maior foi que ele não mandou, ele veio, por determinação do governo federal, do presidente Jair Bolsonaro, que graças da Deus está bem, e estamos aqui integrados. Ele não teve mimimi, ele veio à Teresina. Tanto o ministro João Roma, quanto o ministro Ciro e eu temos a agradecer”, comemorou o prefeito, sem ter recebido um centavo de ajuda do governo federal. 

Viagem ao interior cancelada

Ciro Nogueira e João Roma voltaram para Brasília deixando esperando os prefeitos e a população das outras cidades do Piauí onde as enchentes também fazem dezenas de vítimas. A visita dos ministros havia sido cancelada. “O presidente está retornando e eu tenho que voltar à Brasília, a situação nessas cidades também melhorou bastante principalmente em Floriano, mas precisando, se tiver algum agravamento de desabrigados como aconteceu em Teresina, nós estaremos nessas cidades”, desconversou o chefe da Casa Civil.

 

Dê sua opinião: